02/11/08

Novo destino para a Igreja de São Roque em Tavira

A Igreja de São Roque, também conhecida como Igreja de Nossa Senhora do Rosário, no Largo do Cano, à entrada de Tavira, perto do Quartel dos Bombeiros Municipais, irá sofrer intervenções de restauro e obras de requalificação, com um projecto assinado pela arquitecta Inês Faleiro.
Estas obras de requalificação e restauro servirão para aí instalar o futuro Centro de Conservação e Restauro da Câmara Municipal de Tavira.

Antigo local de culto, esta Igreja que conheceu melhores dias, já serviu de instalações das oficinas municipais, canil e esteve até á data a desempenhar um papel menos digno, servindo de depósito.

O futuro espaço ficará dotado com um pequeno depósito onde se concentrará parte do acervo arqueológico, uma «sala fria» e um reservatório de cerâmica tratada. Já a zona da grande nave e da capela será transformada num espaço de trabalho, acessível ao público interessado. Será também ocupado pelo serviço de arqueologia, conservação e restauro da autarquia.

Numa fase inicial, o futuro Centro de Conservação e Restauro não pretende prestar serviços a entidades exteriores e as peças tratadas terão como destino os museus da cidade.

Notícia completa em Barlavento Online (2008-11-02).

3 comentários:

Anónimo disse...

Não sou grande crente, mas acho muito bem que se aproveitem de uma forma positiva as diversas igrejinhas e capelinhas que Tavira tem. Mais vale serem reabilitadas do que estarem fechadas, ao abandono e aos poucos a entrarem em decadência. Por isso a iniciativa para a mencionada igreja vale bem a pena!!!
334

Zé Pedro disse...

Ora aqui está uma optima ideia que já vi aplicada por essa Europa fora.
O aproveitamento de espaços para utilizações úteis.
Mas já tenho assim algo para fazer no proximo sábado passar por lá e ver o estado actual, registar em fotografia para depois comparar com o estado após restauro, dado a que foi algo em que já trabalhei e não me importava de voltar a trabalhar

~Manuscritos Digitais~ disse...

Haja Cultura... Até que enfim uma boa solução para a Igreja de São Roque.