06/05/08

Civismo II

Depois da definição de civismo, uma pausa para pensar: Em que se manifesta a falta de civismo? É uma questão de educação?
Sim, mas também passa pela forma como deixamos reflectir essa educação nas nossas manifestações do dia-a-dia.
Creio que também passa pelos nossos esquecimentos, digo isto porque, pelo menos a mim de certeza que já aconteceu não ter atitudes cívicas ou por ir distraída, ou por não estar bem nesse dia ou sabe-se lá porquê. Felizmente, houve pessoas que educadamente e de forma cívica souberam relembrar-me directa e indirectamente da minha falta de civismo.

2 comentários:

Quem é Jesus? disse...

Bom dia!

Anónimo disse...

Infelizmente a falta de civismo já está tão enraizada e já é tão comum que já ninguém liga. Eu ainda vou ligando, à excepção de quando conduzo, porque tenho uma filha pequena de 4 anos e tento por todos os meios fazer com que ela seja bem educada no trato com outras pessoas. Mas é complicado. Hoje vivemos a olhar para o umbigo e só pensamos em nós e no nosso conforto. Mas vale a pena pensar nessa questão. 334